Metodologia VAP (Valor Agregado ao PIB) 

Os conceitos financeiros mais utilizados para medir a lucratividade de uma empresa são EBITDA (ou LAJIDA) e Lucro Líquido.

Conceito mais moderno seria o de lucro econômico, que considera que o lucro deve ser o suficiente para remunerar o capital do acionista.

Momentos de crise necessitam de uma avaliação ainda mais apurada sobre o conceitos de agregar valor e qualidade da gestão dos executivos da empresa.

Uma empresa pode ter seu resultado diminuído em relação a uma base, como o ano anterior, mesmo assim, pode estar sendo bem gerida, o resultado ser satisfatório, ter criado valor, considerando na avaliação o momento econômico como um todo e principalmente do seu setor de atuação.

Afinal, se o PIB retraiu em torno de 5% nos últimos 4 trimestres, e uma empresa teve retração de apenas de 2% no mesmo período, pode-se entender como boa gestão pois retraiu menos que o PIB? Ou apenas acompanhou seu setor de atuação?

E nos momentos de crescimento econômico? Se a empresa cresce 2% enquanto o PIB 5%, deve-se considerar como má performance? E se for um segmento em transformação em função de mudanças tecnológicas?

Outra questão é responder sobre alto crescimento sobre uma base deprimida e período de retorno econômico. É boa gestão? Ou apenas consequência do retorno da atividade econômica, resposta à demanda reprimida?

 

De uma forma geral, os indicadores de lucratividade mais utilizados desconsideram variáveis externas que não estão no controle dos executivos.

Os critérios da metodologia VAP (valor agregado ao PIB) visam ajustar o resultado da organização considerando os fatores externos que afetam o resultado das companhias. São levados em consideração fatores como o PIB, o setor de atuação, disponibilidade de crédito,   mudanças tecnológicas .                       

         

A metodologia VAP é adequada para avaliar o resultado da empresa em  momentos de crise e, também, de crescimento econômico: busca isolar o ambiente econômico, focando na gestão.

 

É uma ótima base para ser considerada no modelo de remuneração dos executivos. Mais ainda, é uma poderosa ferramenta de análise para os acionistas e para o conselho de administração, no caso de grandes corporações.

Brasil

Todos Direitos Reservados

Desenvolvido em WIX por Finanças por Mulheres

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

 

   SP (11) 3637-5702

   RJ (21) 2523-3608

Campo Belo - SP

 Ipanema - RJ