• FpM

Finanças Pessoais - Despesas x Receitas

Atualizado: 2 de Abr de 2019

Administrar suas Finanças Pessoais é equivalente a cuidar de uma pequena empresa. Cada pessoa, cada família, pode ser analisada como uma unidade financeira.

Como começar? Com a renda, também chamada de receita.

O que é renda? Em finanças pessoais a tendência é pensar em salários. É muito mais! Existem várias fontes de receita.

Vamos exemplificar alguns tipos de renda?

  • Receita de aluguel, para quem acumulou patrimônio,

  • Pró-labore, para as empresárias,

  • Pensão, para quem se separou,

  • Mesada, para quem ainda não trabalha,

  • Aposentadoria, para quem já trabalhou muito

Perceberam que é possível ter mais de um tipo de receita? Além disso, a receita está associada com momento de vida de cada um.

Uma vez conhecidas as receitas, é preciso entender os gastos, as despesas. As despesas também são associadas ao momento de vida da pessoa.

Os gastos tem duas naturezas, podem ser classificados em recorrentes ou esporádicos.

  • Os gastos recorrentes são aqueles que não se pode evitar: em um apartamento seriam itens como condomínio, IPTU, luz. Podem ser mensais ou ter outra periodicidade. A maioria tem um valor fixo ou pouca variação entre meses.

Conhecer os gastos recorrentes permite saber o quanto da receita está comprometida e consequentemente quanto sobra para gastos esporádicos.

O que seriam gastos esporádicos? São imprevistos ou aqueles que podem ser evitados. Normalmente são associados a lazer, como viagem de férias, cinema, restaurantes, presentes.

Além da natureza, ao iniciar a análise dos gastos, é interessante dividi-los em grupos de utilização. Sugerimos, para iniciar, a seguinte divisão, que chamamos de centros de custos:

  • Pessoal, onde entra roupa, beleza, academia, plano de saúde, estudos. Inclui carro e despesas com trabalho.

  • Dependentes, neste item entram os mesmos itens de pessoal, detalhado por cada membro da família

  • Casa, são os gastos da moradia que atende a toda família, , desde aluguel, condomínio contas de gás, luz, funcionários.

  • Lazer, neste item entram viagens, restaurantes, cinema e gastos da família como um todo.

Por que esta divisão? Identificar a a origem do gasto (centro de custo) e sua natureza (recorrente ou esporádico) permite decisões, traçar planos. Tanto em bons momentos como em momentos difíceis.

Cada pessoa, cada família, tem sua composição de renda e gastos. Por isso, não existe solução única, uma planilha que atenda a todos. Sempre precisam ser adaptadas. Vamos a um exemplo? ​​

Uma jovem com receita limitada a sua mesada, pode guardar seus

ganhos para comprar uma bicicleta, ou gastar em cinema, lanchonete, etc... Ela pode fazer um plano, gastar 50% em cinema e restaurantes, e guardar a outra metade para a bicicleta.

Desde cedo, esta pessoa entende que os recursos são limitados e que é preciso fazer escolhas. Aprende a necessidade de poupar para se alcançar os sonhos. Quando falamos em poupança, entramos em outro aspecto das finanças pessoais, aplicação financeira... Mas este é assunto para outro dia...

Ter suas Finanças Pessoais sob controle é o primeiro passo para se conquistar novos horizontes, realizar sonhos, indo de empreendedorismo a empoderamento.

Fale com a gente, estudamos caso a caso, construímos uma planilha adaptada a sua necessidade!

Fonte da Imagem:

(1) controle de despesa

(2) Poupar para sonhos por pngtree.com

#Finanças #Pessoais #Receita #Despesa #Renda #FpM #Treinamento #Consultoria #FaleConosco

Brasil

 

   SP (11) 3637-5702

   RJ (21) 2523-3608

Todos Direitos Reservados

Desenvolvido em WIX por Finanças por Mulheres

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Campo Belo - SP

 Ipanema - RJ