Gestão de Risco - Exercício Constante

Atualizado: Jun 10

Sabemos que todos os negócios estão sujeitos a incertezas, que podem se transformar em riscos ou oportunidades. No mundo atual, onde a revolução tecnológica não para de nos surpreender alterando até comportamentos sociais, torna-se fundamental saber responder aos sinais de mudança. Reconhecer e responder a estas mudanças pode significar o crescimento ou a destruição do negócio.

Risco Corporativo

O primeiro passo é definir qual o nível de risco que empresa está disposta a assumir para atingir seus objetivos – apetite ao risco. Através deste parâmetro é possível avaliar se sua empresa está correndo muitos riscos ou poucos, em ambos os casos podendo prejudicar a geração de resultados e o aumento de valor.


Que ações podemos tomar para enfrentar estes riscos?

Primeiramente devemos identificar os eventos (externos ou internos) que podem impedir que os objetivos sejam atingidos. Como eventos externos temos a entrada de novos concorrentes, mudanças na legislação, variação cambial, etc. Internamente uma decisão de troca de sistemas, por exemplo, pode gerar um risco.


O risco quando apenas identificado é chamado de risco bruto e quando já tem um plano de ação para mitigá-lo é chamado de risco residual.


Em seguida avaliamos as possíveis respostas a serem estudadas em relação aos riscos: evitar, assumir, eliminar, mudar a probabilidade e compartilhar o risco (é o que fazemos quando contratamos um seguro).


O próximo passo é a elaboração da matriz de riscos. Com base no planejamento estratégico da empresa, a diretoria debate e estabelece quais fatores podem impedir o atingimento dos objetivos, criando assim a matriz de riscos. O executivo responsável pela área avaliará a probabilidade e o impacto de ocorrência. A empresa pode priorizar as ações voltadas para os riscos de alta probabilidade de ocorrência e alto impacto, não devendo, contudo ignorar os demais.


Periodicamente deve ser feito o acompanhamento das ações voltadas à redução destes riscos, de modo a se manter sempre atualizada a matriz de riscos.


Como vemos, gerenciar riscos é um exercício constante, que requer disciplina e criatividade.

Fonte da Imagem: Nível de Risco

#Risco #Corporativo #Estratégia #Governança #Gestão

89 visualizações

Posts recentes

Ver tudo