• FpM

Mulheres em Conselho - Inglaterra 2019

Desde 1999, a Universidade de Cranfield na Inglaterra publica anualmente o Female FTSE Report, medindo o número de mulheres atuando em Conselhos de Administração nas 100 maiores empresas britânicas – FTSE 100. O FTSE 100 é o índice composto por um pool de 100 empresas representativas da Bolsa de Londres.



De acordo com as informações levantadas, o percentual de mulheres atuando em conselhos era de 6,7% em 1999 e em 2019 atingiu 32%, muito próximo da meta de 33% estabelecida para 2020. Vale ressaltar que 48 empresas já atingiram esta meta em 2019. Boa notícia!


Por outro lado, o estudo também mostra que as mulheres permanecem nos conselhos por menos tempo que os homens, não se conhecendo ao certo a causa deste fato. Estas mulheres têm em média 57,3 anos (cerca de 2 anos a menos que os homens conselheiros) e são em sua maioria inglesas (55%). Somente 11% das conselheiras pertenciam a outras etnias.


Outro ponto de alerta é que apesar do número de mulheres estar crescendo nos conselhos, elas ainda têm dificuldade em ocupar sua presidência. Dentre as FTSE 100, apenas 5 mulheres ocupam a presidência dos conselhos.


O estudo completo é bem interessante e pode ser baixado no site:

https://www.cranfield.ac.uk/som/expertise/changing-world-of-work/gender-and-leadership/female-ftse-index

Fonte da Imagem: Mulheres em Conselho

#Mulheres #Conselho #Administração #Empoderamento #Comportamento #Diversidade

Brasil

 

   SP (11) 3637-5702

   RJ (21) 2523-3608

Todos Direitos Reservados

Desenvolvido em WIX por Finanças por Mulheres

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Campo Belo - SP

 Ipanema - RJ