top of page
  • Foto do escritorFpM

Desmistificando Investimentos no Exterior

Investimentos financeiros no exterior se tornaram acessíveis ao investidor de varejo com a mudança de lei em out/23. É mais fácil do que parece, sendo muito provável que você já tenha algum produto sem ter pensado no tema.


Os investimentos no exterior podem ser diretos através de uma corretora, ou indiretos através de produtos que são compostos de ativos no exterior como fundos de investimentos, neste caso não é preciso enviar valores para fora do país.


Impacto de Investimentos no Exterior

 

Qual a vantagem de investir no exterior?

Diversificação pode ser por ativos (fundos de renda fixa, ações, etc) ou geograficamente.


Ao aplicar no exterior é possível ter acesso a economias mais estáveis e setores que são mais raros no Brasil, como ações de empresas de tecnologia.


Portanto, as principais vantagens seriam aumento do retorno e redução de risco no longo prazo (acima de 5 anos) em função da diversificação.


Segundo estudo da gestora do Itaú a diversificação com produtos do exterior pode aumentar o retorno da carteira em 25% em prazos de até 5 anos.


E as desvantagens?

É um grande desafio escolher o que se colocar na carteira. O risco cambial está sempre presente.


A alternativa não é recomendada para curto prazo. Em prazos menores, o mesmo estudo do Itaú indicou que a diversificação pode até impactar negativamente.


Outra desvantagem é a necessidade de aplicação de valores maiores para cobrir os custos.


 

Vamos conhecer produtos que investem no exterior? Inclui restritos para investidor qualificado. Aquele que tem mais de R$1milhão para investir


  • Fundos Cambiais, podem aplicar até 80% em papeis ligados a moedas estrangeiras, em geral euro e dólar. Sendo que 20% do patrimônio precisa estar em aplicado no Brasil.

  • Fundos Multimercados que investem parte de seu patrimônio líquido em ativos financeiros no exterior.

  • Fundos de ETFs (Exchange Traded Funds) são fundos que acompanham índices de referência no exterior como S&P500, ou sejam seguem as principais empresas de um país. Existem dois riscos embutidos, o do índice propriamente dito e o cambial.

  • BDRs (Brazilian Depositary Receipts) são títulos negociados em bolsa (B3) que se referem a empresas listadas no exterior. A vantagem é que não é necessário abrir uma conta.

Lembrando que o mercado financeiro é muito dinâmico. Recomendamos estudar e se informar bastante antes de decidir onde alocar suas aplicações financeiras.


 

Fonte da imagem: by xb100 on Freepik

 

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


bottom of page