O Delivery e os Drones

por Celina Gomes para BlogFpM.


O delivery está mudando, vai usar drones para entregar produtos...


Depois de o e-commerce deslanchar durante a pandemia, vimos entregadores cruzar as cidades, seja em motos ou caminhonetes com entregas de produtos perecíveis ou não perecíveis. Mesmo aqueles mais resistentes aderiram ao supermercado on-line, compra de utilidades domésticas, principalmente na fase inicial de fechamento de comércio durante a pandemia.


Distribuição e Drones

Estamos agora evoluindo para outra etapa; diversas empresas estão testando a entrega através de drones. A Ambev testou uma entrega de 2 kg, que percorreu 2 km até o destino. Na próxima fase, vai testar entregas de até 8 kg em uma distância de 20 km.


Espera-se impacto positivo no trânsito das grandes cidades, redução da poluição associada aos veículos de entregas. Além disso, os drones poderão atingir localidades de mais difícil acesso.


Isso porque a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) autorizou este mês, ago/21, a entrega por drone para produtos adquiridos via internet ou telefone. Por enquanto, apenas uma empresa está autorizada a operar, a Speedbird, que é brasileira, recebeu o CAVE (Certificado de Autorização de Voo Experimental).


Outras empresas que estão buscando inovar em suas entregas são o Supermercado ZonaSul, do Rio de Janeiro, iFood, entrega de restaurantes por aplicativo, através de drones terrestres.


Várias situações podem ocorrer, tais como roubos, animais domésticos e a entrega deve poder ser monitorada. Além dos equipamentos, o fornecedor da solução oferece software a e própria gestão da operação, para monitorar e gerenciar todas as situações que se apresentarem, além do tratamento de perdas, furtos e questões relacionadas a privacidade.

A logística de entrega está iniciando uma grande mudança e vamos ver outro grande impacto no varejo.

Fonte da Imagem: Wix

#Tecnologia #Logística #Distribuição #Drones ´#Transformação #Varejo #CelinaGomes

4 visualizações