• FpM

Trilhas de Aprendizagem. Você tem a sua?

Atualizado: Jun 6

A educação do século XXI passa por momento de transformação em função do desenvolvimento tecnológico e de seu impacto na sociedade. O modelo tradicional não atende mais, práticas consagradas têm sido questionadas e modificadas. As trilhas de conhecimento fazem parte deste novo formato.



Trilhas de aprendizagem têm sua origem na educação corporativa. Trata-se de um conjunto de soluções para aquisição e desenvolvimento de competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) necessárias para desempenhar melhor a função e para o crescimento profissional, através de diversos formatos de aprendizagem. Estes formatos de aprendizagem podem ser treinamentos presenciais, e-learning, aulas gamificadas (utilização de jogos), coaching e blended (mistura dos demais).


No passado recente, a educação corporativa focava em ações isoladas. No atual ambiente de negócios, com mudanças cada vez mais rápidas e desenvolvimento exponencial da tecnologia, as empresas, para se manterem competitivas e até mesmo atraentes para seus colaboradores, precisam cada vez mais investir em qualificação e novas habilidades de seus colaboradores.


As trilhas de aprendizado corporativas têm como conceito a aprendizagem contínua, centrada nas necessidades de desenvolvimento de cada pessoa, mantendo o foco da necessidade da empresa.


As soluções educacionais previstas nestas trilhas de aprendizagem se baseiam na teoria dos níveis de domínio de desempenho em estratégias de aprendizado, proposta por Marc Rosenberg.


Para o autor, o modo como as pessoas aprendem varia em função de níveis de conhecimento (expertise), que para ele seriam quatro:

1. Iniciante (novato) => precisa que seja mostrado como fazer

2. Conhecedor (competente) => solicita ajuda para fazer melhor

3. Experiente => pede ajuda para encontrar o que necessita

4. Especialista => aquele que cria seu próprio caminho


Cada profissional tem diferentes maturidades, podendo ser especialista em determinada área de atuação e iniciante em outra. Para Rosenberg, nas trilhas de aprendizagem, o profissional escolhe como irá aprender.


O conceito de trilhas, seu princípio no aprendizado contínuo, flexível e com diferentes formatos, pode ser adotado para o desenvolvimento pessoal, principalmente para profissionais seniores, pequenos empresários e profissionais liberais. Neste mundo, em que as profissões estão se transformando, é necessário estar sempre buscando conhecimento e adaptação. Cada especialista é protagonista do seu desenvolvimento.


Sua empresa, ou você, tem uma trilha de educação financeira? Vamos pensar no tema?


Fonte da imagem: (1) Trilhas do Conhecimento

#Educação #financeira #trilha #conhecimento #aprendizagem #transformação #Administração

Brasil

 

   SP (11) 3637-5702

   RJ (21) 2523-3608

Todos Direitos Reservados

Desenvolvido em WIX por Finanças por Mulheres

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Campo Belo - SP

 Ipanema - RJ