Inteligência Artificial no Agronegócio

Celina Gomes para BlogFpM.


No final de jan/22 , o site da Forbes noticiou que em dezembro do ano passado a ONU se reuniu com startups israelenses e deste encontro foram anunciadas novas tecnologias, especialmente no agronegócio . A IATI (Israel Advanced Technology Industries) convocou as start-ups para este evento.


A seguir, as principais inovações apresentadas para o agronegócio:

• Pulverização de herbicidas nas lavouras mais precisa e seletiva, com auxílio de Inteligência Artificial, detectando ervas daninhas e reduzindo em até 90% o uso de herbicidas;

• Monitoramento de ambiente através de fibra ótica, para detectar incêndios, derramamento de óleo, detectando estes eventos em sua fase inicial;

• Irrigação otimizada ao invés de por inundação, economizando até 70% de água;

• Mapeamento do solo em 3D digital, com informações de serviços públicos, camadas de solo, vazamentos, a fim de evitar escavações para prospecções. São usadas a fusão multissensor e Inteligência Artificial. A fusão multissensor capta informações de vários sensores para obtenção de dados mais confiáveis e coerentes.


Além dos resultados esperados para o agronegócio em si, as inovações propostas tem impacto positivo no meio ambiente, ao reduzir o uso de pesticidas, reduzir o consumo de água na irrigação, entre outros.


O mais interessante é vermos a aplicação de Inteligência Artificial em segmentos cada vez mais diversos da economia.

 

Fonte da imagem: Background vector created by redgreystock - Freepik

 

#Tecnologia #IA #InteligênciaArtificial #Startup #MeioAmbiente #Agronegócio #Saúde #QualidadeDeVida


7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo