top of page
  • Foto do escritorFpM

Risco de Liquidez

Atualizado: 24 de mar. de 2023

Existem vários tipos de de riscos que afetam as organizações e finanças pessoais. Risco é a chance do resultado ser diferente do esperado, para o bem e para o mal, é um conceito estatístico, decorre da incerteza.


Risco é inerente a todas as atividades. É possível administrar e se proteger de eventos adversos, mas não eliminar totalmente. Neste post focamos em risco de liquidez, dividindo em duas partes, nas organizações e em investimentos financeiros.


Liquidez é uma medida importante da saúde financeira das organizações, indica a capacidade de quitar as obrigações de curto prazo, ou seja, com fornecedores, funcionários, impostos, empréstimos.


Problemas de liquidez podem levar a uma situação de insolvência, até mesmo falência. Constatamos no período da pandemia a quebra de várias empresas por falta de liquidez.


Risco de liquidez tende a ocorrer quando a organização tem um descasamento entre suas contas operacionais: estoque, contas a receber e fornecedores.


Outro fato importante que afeta a liquidez das empresas são as crises da economia como a pandemia, que podem reduzir a receita de vendas e reduzir a oferta de crédito pelas instituições financeiras.


São usados indicadores de liquidez para medir a capacidade de pagamentos, cujos dados são obtidos no relatório Balanço Patrimonial. É um item importante em análise de crédito, tanto por instituição financeira, como fornecedores.


Os principais índices de liquidez usados pelo mercado são:


Liquidez imediata – indica o valor disponível imediato.

LI = valor disponível em caixa e bancos / passivo circulante

Liquidez corrente — é a relação entre os ativos e obrigações no curto prazo. É esperado ser maior que 1,0. É um sinal de atenção.

 LC = ativo circulante / passivo circulante

Liquidez seca (excluindo os estoques) — indica a dependência de estoques. Este item é muito importante em empresas comerciais e industriais. Enquanto pouco estoque pode gerar perda de oportunidade venda, estoque alto na maior parte das vezes indica dinheiro parado, pode indicar problema de gestão de portfólio de produtos ou preços.

LS = (ativo circulante - estoques) / passivo circulante

Liquidez em Investimentos

Em aplicações financeiras liquidez é utilizada para medir a capacidade de transformar um ativo rapidamente em caixa, sem perdas significativas de valor.

  • D+0 — significa liquidez imediata, solicitando o resgate o dinheiro estará disponível na conta corrente.

  • D+1 — os valores estarão disponíveis no dia seguinte após o pedido; e assim por diante

  • liquidez no vencimento — o dinheiro só estará disponível no fim do período acordado no momento da aplicação.

Um imóvel, por exemplo, seria um investimento de baixa liquidez. Para vender rápido talvez seja necessário baixar muito o preço, acarretando perda de valor.


Produtos com baixa liquidez tendem a ser mais arriscados (lembrando: para o bem ou para o mal!). Cabe a cada um definir o risco que deseja correr.


 

Estar atento e avaliar a liquidez é fundamental para os negócios e vida pessoal. Imagine um gasto inesperado ou uma oportunidade!


Resumindo, o risco de liquidez ocorre quando os recursos estão aplicados em produtos que não se consegue transformar em caixa rapidamente sem perda de valor, tanto na operação, como em investimentos. Esta lógica vale para as organizações como em finanças pessoais.

 

Fonte das imagens: (1) storyset on Freepik (2) Freepik

 
72 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page