Web 3.0 - Do que Estamos Falando?

Celina Gomes para BlogFpM.


Há mais de 20 anos, a internet era basicamente composta por páginas descritivas dos serviços de empresas, com hiperlinks que nos ajudavam a navegar pelo conteúdo. Além disso, a construção de páginas era artesanal, através de código, sem ferramentas que permitissem a um leigo publicar seu conteúdo. A comunicação era uma via de mão única. Essa era a Web 1.0 naturalmente, não tinha este nome, pois ainda não se sabia o que viria depois.



A Web 2.0 trouxe a interatividade, a facilidade de gerar conteúdo, as redes sociais, mas trouxe a reboque a criação de plataformas e de (poucas) corporações bastante poderosas baseadas na utilização do conteúdo gerado e dos dados de seus usuários. Os algoritmos utilizados para retenção dos usuários e venda de propaganda, além de influência política, são o cerne destas corporações, que tem sido questionadas sobre a utilização dos dados de usuários e interferência na política partidária de vários países. Além disso, a interrupção de serviços nas plataformas põe em risco a própria operação de empresas, dado que algumas empresas dependem destas plataformas para sua operação.


Web 3.0 - o que é?

A Web 3.0 pretende retomar o que a Web 1.0 tinha de descentralização, através da tecnologia blockchain, que permitirá que o armazenamento não fique a cargo de apenas uma corporação. Também não será necessário o cadastro em cada site, uma vez que a tecnologia permitirá que sua identidade seja atestada através de seu computador ou uma entidade que não seja a própria plataforma.


Ainda não chegamos à fase da implementação, e há riscos de que, se as criptomoedas ou blockchain forem concentrados, a descentralização poderá não acontecer. Mas muitas empresas estão apostando na tecnologia.

 

Fonte da Imagem: (1) Historia da WEB (2) Web 3.0

 

#Tecnologia #Web #Internet #CelinaGomes

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo